Uncategorized

Como casal

Babes

Como casal
A situação que vou tentar relatar passou-se em agosto de 2010.
Eu trabalhava como técnica de vendas numa empresa multinacional e tinha de me deslocar por menos uma vez por mês a Lisboa para reuniões, aproveitando o facto do meu filho mais velho estar de férias e de na empresa ninguém o conhecer resolvi leva-lo comigo, apesar de ser meu filho e de ainda ser novo apresentei-o como e namorado comportando-nos como tal na frente de toda a gente inclusive colegas de trabalho.
Fui numa quinta-feira a seguir ao almoço para Lisboa e já a pensar nuns dias diferente fiz a mala com roupas que raramente uso no meu habitat natural como por exemplo microssaias, transparências, tops, decotes, saltos altos, etc. A viagem foi mais ou menos normal. Já em lisboa nessa mesma noite a convite de uma colega fomos jantar juntas com os respectivos acompanhantes e depois fomos beber uns copos à zona das docas e com a falsa desculpa de uns copos a mais só faltou mesmo fazer algo mais explícito a nível sexual, nunca tinha feito nada do género em lugares públicos com os meus filhos e estava a ser divinal, a excitação era tanta que desde beijos a apalpadelas tudo permiti que o meu filho me fizesse.
Depois de tanto nos termos divertido no bar e excitada como nunca fomos com a minha colega e o amigo dela no mesmo carro para a zona de Belém onde a minha colega no banco da frente e eu no banco de trás com o meu filho aconteceu tudo, desde broches a foda, poucas vezes tinha tido orgasmos tão intensos como ali naquele carro onde fui fodida pelo meu próprio filho ma presença de pessoas que não o meu marido e os outros meus filhos e sem pensar em nada, nem mesmo no facto de estar quase nua. Foi uma noite de tal maneira que eu e o meu filho mal chegamos ao hotel voltarmos a foder como animais, na manha seguinte a pedido do meu filho pedimos pequeno-almoço no quarto onde recebi o empregado completamente nua o que provocou o ter que depois de ele sair do quarto fazer mais um broche ao meu filho. Depois o dever chamou e tive de ir para a reunião que nunca me pareceu demorar tanto como naquele dia.
Durante a tarde a minha colega que também era tanto ou mais quente e sexualmente activa que eu convidou-me para à noite ir a uma festa sexual com ela e o amigo a Cascais, liguei para o meu marido a contar-lhe do dia anterior e do convite, ele mesmo me disse para aceitar e passar o fim-de-semana por lisboa com o filhote o que como é logico aceitei na hora. Depois de confirmar e combinar tudo com a minha colega convidei-a para jantar e fui para o hotel tomar um banho e preparar-me para a noite, confesso que estava de tal maneira que tinha a sensação que estava a escorrer pelas pernas a baixo. A excitação era de tal forma que me vesti de uma maneira que depois de ser mãe acho que nunca me tinha vestido, nada de cuecas ou soutien, uma saia de malha justa e tão curta que ao mais pequeno descuido se veria os lábios da cona, um top transparente só com uma pequena faixa na zona do peito que pouco mais me tapava que os mamilos mas que ao caminhar com o abanar natural das mamas se via tudo e lá fomos ter com a minha colega que se tivéssemos combinado se calhar não nos tínhamos vestido tao idênticas, na rua passávamos bem por prostitutas. Jantamos e lá fomos os dois casais no mesmo carro para uma zona de vivendas perto do autódromo do Estoril, chegamos lá e praticamente logo a seguir as normais apresentações e quase sem nos despirmos começou a brincadeira, três mulheres e quatro homens, eu como a novidade do grupo era a mais pretendida e só o facto de estar a ser fodida pelo meu filho na frente de outras e de estar a ser fodida por outros na frente do meu filho alimentou a excitação, foi ser fodida quase até às três da manha. Já depois de bem fodida os donos da casa convidaram-me para no sábado à noite ir lá jantar onde haveria mais gente e depois haveria também festa, consultei a minha colega que me confirmou que iria no dia seguinte e que até iria também a nossa chefe, ao saber disso ainda mais vontade me deu de ir ao jantar e aceitei.
No sábado dormi quase toda a manha e depois de almoço fui com o meu filho ate a praia e passear um bocado para não cairmos na foda e depois não haver forças para a noite e ainda bem porque à noite éramos seis mulheres e quinze homens.
O jantar era já tudo nu onde nós mulheres por iniciativa própria já íamos provocando com umas pequenas mamadas, simulação de masturbação metendo uns dedos na própria cona e lambendo, depois do jantar continuamos com pequenas brincadeiras enquanto dançava-mos ou conversava-mos, por volta das vinte e três horas começamos a foder e foi ate o sol nascer, confesso que nunca tinha fodido tanto, doía-me a boca de tanto mamar, sentia o cu todo aberto de tanta piça entrar nele e a cona nem se fala, estava dorida e ardida de tanto caralho e dedos por ela dentro ter entrado.
No domingo voltei a dormir quase toda a manhã tal era o meu cansaço e depois de ter calçado uns sapatos e ter vestido um simples vestido curto sem mais nada por baixo iniciamos a viagem de regresso ao norte, chegada a casa contei ao meu marido e ao meu filho do meio e ainda fui fodida pelos dois e novamente pelo mais velho, mas confesso que com algum sacrifício tal era a maneira como eu tinha a cona dorida e ardida de tanto ma foderem.
Espero que me perdoem pelo português mas nunca fui muito boa na redacção esse quiserem comentem, digam o que pensam que eu vou gostar, também gosto de teclar sobre este e outros assunto em chats mas pelas almas não me peçam para contar historias em particular.
Beijos

Bir cevap yazın

E-posta hesabınız yayımlanmayacak. Gerekli alanlar * ile işaretlenmişlerdir

gaziantep escort antep escort izmir escort karşıyaka escort malatya escort bayan kayseri escort bayan eryaman escort bayan pendik escort bayan tuzla escort bayan kartal escort bayan kurtköy escort bayan ankara escort kayseri escort