Uncategorized

O meu primeiro Trio

O meu primeiro Trio
Pela primeira vez escrevo o que se passou naquela noite da semana do caloiro de Leiria.

Fui estudante universitário, e na altura tal como agora o estudantes partilham casa para dividir a despesa. Situação que acontecia comigo e com a minha namorada na altura também ela estudante. Nesse dia da semana de recepção ao caloiro, o cartaz não era particularmente atractivo, mas mesmo assim decidimos passar pelo recinto, nós e o nosso grupo de amigos. Como realmente nada se passava, arranjamos uma desculpa e fomos para casa dela, nem íamos particularmente excitados, mas quando chegamos a casa dela, com a casa totalmente ao nosso dispor as coisas compuseram-se e começa-mos a trocar caricias na sala, fomos libertando das roupas e soltando aquelas mamas bem acima da média que ainda hoje me lembro delas aqueles biquinhos duros espetados para o tecto a pedirem para serem chupados. Apanhamos a roupa que já estava no chão e fomos para o quarto, que isso de partilhar casa com mais pessoas tem esses inconvenientes…. Chegamos e comecei logo por tratar daqueles bicos duros e erectos, coisa que ela adorava e nunca se mostrou incomodada. Fui descendo e libertei-a das calças ficando só de cuequinha, comecei por beija-la por cima das cuequinhas, fui descendo lambi as coxas, desci mais… pelas pernas até aos dedinhos do pé… ela ADORAVA….subi de novo… desta vez pelo interior das coxas, até ás virilhas sentia o perfume dela a saía da cona dela… ela toda encharcada já…. segurava-me pelos cabelos e queria que eu fosse direto… sempre gostei de as fazer sofrer… até que enfiei a lingua pelo lado das cuequinhas… e senti o molho dela….
ela suspirou…. tirei as cuequinhas… e fui beijando cada bocadinho de pele que ir surgindo…até que finalmente a libertei das cuequinhas e ela conseguiu abrir aquela gruta de prazer que já escorria molho …enfiei a lingua dentro dela o mais que consegui e senti ela a torcer-se de prazer… o primeiro orgasmo estava a chegar…rodei a língua bem lá dentro e no fim de sentir o molho bem na minha lingua vim chupar o clitoris. Estava grande, bem inchado…continuei a chupar até sentir ela a arranhar-me as costas….e pediu-me… deixa-me chupar-te…

Claro que com um pedido tão educado, deixei-a abocanhar-me o caralho que estava bem grandinho já. ela sentada na cama, eu em pé e não se faz rogada, engole-o quase todo…. até ao fundo da garganta….seguro-a pela cabeça e deixo-a ficar com ele bem lá dentro….tiro-a depois, deixo-a respirar e outra vez até ao fundo….. fico com o caralho todo lambuzado. Já chega, disse-lhe eu, não me quero vir já… quero comer-te toda. Então tem que ser toda mesmo, disse-me ela e coloca-se debruçada na cama… com o cuzinho empinado..encharcada como ela estava e lambuzado como eu estava, não será difícil de imaginar que na primeira bombada já os colhões batiam no grelinho dela….comecei então por preparar o grande final, 1 dedinho no cu…2 dedinhos no cu….quando nesta altura a colega do quarto abre a porta…

FODA-SE, tinhamos esquecido de trancar a porta…

A Joana, a colega ficou petrificada, na porta aberta a olhar para nós…a Sofia, a minha namorada, queria fugir, mas comigo dentro dela e com 2 dedos no cu … não vais muito longe….

Eu virei-me para a Joana e disse…ou entras e fechas a porta, ou sais e fechas a porta, porque assim não dá jeito, só tens que decidir se queres entrar ou não. Eu não esperava que ela entrasse, mas foi o que aconteceu, a Joana entrou… despiu-se calmamente…. e vai direta á Sofia, deu-lhe um beijo na boca e disse deixas-me participar com vocês?….

A Sofia respondeu, nunca fiz com mulheres…. vamos ver como corre…eu.. feito burro a olhar para o palácio nem queria acreditar…a Joana não era inferior tinha mamas mais pequenas, mas um rabo mais redondinho e não tinha pelinhos ao contrario da Sofia que tinha alguns…. então ela chega ao pé de mim e diz-me vais-me tocar? ou agora tás com medo? Santo Deus o que ela foi dizer…..comecei de novo o vai vem e comecei a acariciar-lhe as maminhas, a beija-las, a chupar-lhe os biquinhos. Desci a mão até aquele monte de vénus lisinho e ela abriu um pouco as pernas para facilitar, não que fosse preciso ela estava bem molhada e os meus dedos entraram sem grande resistência. A Joana estava em fogo, não sei o que se passou antes, nem a razão para ter chegado mais cedo, mas claramente já vinha excitada… deitou-se na cama e disse quero gozar como eu sempre imaginei. A Sofia perguntou e isso é como? nunca me contaste?…pois não – respondeu ela porque envolvia-te a ti e eu não sabia se tu queiras dar este passo, mas quero chupar-te enquanto ele entra dentro de mim…Musica para os meus ouvidos… saí de dentro da Sofia e fui direto para a cona da Joana, estava super quente, ele gemeu e disse vai devagar senão rebentas-me…. a Sofia chegou-e ao pé dela e não encontrava posição para se colocar… ou por causa do nervosismo ou pq estava com medo de ficar em cima da amiga, parecia uma cadela á procura de posição para se deitar.

Foi então que eu disse… espera lá senta-se na cama … lá em cima, ela sentou-se, virei a Joana de costas que ficou com a cabeça bem perto da cona aberta da Sofia e com o rabinho virado para mim…. e disse agora sim meninas.. tudo no seu lugar…e puxei a cintura da Sofia para o meu pau que entrou dentro dela…ela por sua vez começou a lamber os pelinhos da Sofia e a Sofia estava a apertar os bicos das mamas, coisa que eu sei que ela faz quando está quase a gozar…a Joana começou a torcer-se… nunca a tinha fodido.. só em sonhos, perguntei-lhe vais-te vir…. ela respondeu não aguento mais….não pares, vaiiiii……e deixou-se estar parada com espasmos do orgarmo…. foi então que eu disse para a Sofia, a minha namorada, ainda não te comi toda, e tinha prometido isso… ainda aguentas nesse cuzinho, ela respondeu que sim… promessas são promessas… com a Joana a dizer que gostava de receber o leitinho nas maminhas e na barriga…elas trocaram de posição, e qual não foi o meu espanto que a Sofia começou também a chupar a Joana, nunca imaginei a cada empurrão dentro do cu dela, mais ela se chegava na cona da amiga.. fui aumentando o ritmo… até que disse vou-me vir…. e tirei dentro do cuzinho dela… as duas juntaram as mamas e eu libertei o meu leitinho todo naquelas 4 mamas…..

Acabamos deitados, eu com uma de cada lado e a dizer que tinha sido, e foi, a melhor noite das semanas de recepção ao caloiro, elas concordaram e depois ainda acrescentaram, que podemos repetir mais vezes.

Repetimos algumas vezes mais… até que a Joana arranjou um namorado e ficou mais complicado, entretanto eu e a Sofia acabamos depois uns meses depois.. e no fim do curso cada um seguiu o seu caminho.

Bir cevap yazın

E-posta hesabınız yayımlanmayacak. Gerekli alanlar * ile işaretlenmişlerdir

gaziantep escort antep escort izmir escort karşıyaka escort malatya escort bayan kayseri escort bayan eryaman escort bayan pendik escort bayan tuzla escort bayan kartal escort bayan kurtköy escort bayan ankara escort kayseri escort marmaris escort fethiye escort trabzon escort pendik escort pendik escort pendik escort pendik escort pendik escort film izle