Uncategorized

Esposa tímida mas com rabinho quente

Babes

Esposa tímida mas com rabinho quente
Minha esposa é um tesão de morena com quase 40 anos, baixinha, cabelos negros e encaracolados, porém com pele bem clara. Tem uma voz doce, suave e sensual, coxas grossas, bunda e buceta carnudas, seios fartos com linda aréola na cor marrom claro e uma carinha de safadinha com uma boquinha de quem adora chupar uma grande rola até tomar todo o leitinho como uma boa menina. E de caralho grande ela adora, pois nunca escondeu isso de mim e das amigas dela.
Em nossa casa ela sempre costuma usar vestidos de verão usando apenas calcinha por baixo, pois, segundo ela, o sutiã incomoda demais. Em dias muito quentes ela usa somente o vestido e nada mais. Ela assim vai atender a porta quando tocam a campainha, vai ao salão de beleza e também vai ao mercadinho do bairro fazer pequenas compras. Fico imaginando se alguém já percebeu como ela está por baixo daquele vestido e meu pau endurece também nessas horas. Ela é muito séria e tímida em público, e talvez por isso que fico com muito tesão e tenho certeza que os outros homens adoram aquela mulher tímida, séria e safada e gostosa ao mesmo tempo.
Ela é um pouco tímida, mas eu a vi diversas vezes discretamente tocando sua buceta enquanto ela estava deitada no sofá e assistindo à televisão. Ela não estava olhando para mim, mas eu a vi quando ela lentamente colocou a mão dentro de sua calcinha e começou a mover lentamente os dedos lá. Minha esposa brinca com sua buceta, pelos e canal da buceta. Ela mexe por alguns minutos com sua buceta e cheira seus próprios dedos e seu jogo começa novamente. Eu fico tesudo assistindo a seu show quente e meu pau fica muito duro, mas ela não deixa que eu faça a brincadeira por ela e fica envergonhada e para a brincadeira se eu falo algo, então deixo-a sozinha como se eu não estivesse ali. Ela também não permitiu ainda que eu a chupasse, mas eu já a lambi diversas vezes enquanto ela estava dormindo pesadamente e a buceta dela é mesmo deliciosa. Ela disse-me várias vezes que não suporta o cheiro de sua própria buceta, mas faz o mesmo ritual de se masturbar discretamente e cheirar seus dedos melados. Ela também costuma cheirar o fundo da calcinha suja dela antes do banho e, sem ela saber, eu faço o mesmo e ainda lambo o fundo da calcinha dela. Eu não concordo com a minha esposa quanto aos cheiros dela: ela é deliciosa, mas não adianta eu falar. Ela também gosta de brincar com seus pelos pubianos e acariciar sua bunda e dedilhar e coçar o próprio cuzinho após brincar com a buceta dela. Às vezes, ela fez o mesmo jogo sem calcinha, em dias muito quentes, deitada no sofá. Eu conheço os cheiros e gosto dela sem ela saber, pois enquanto ela dorme pesadamente eu brinco com os buraquinhos dela devagarzinho e enfio o dedo na buceta e na bunda gostosa dela. Curiosamente um dia ela estava brincando com sua buceta enquanto ela estava conversando a irmã dela ao telefone. Era conversa comum de parentes, mas parece que a brincadeira na buceta estava deliciosa e ela assim ficou por minutos e eu assistindo-a sem ela perceber e ela cheirou o dedo diversas vezes e continuou a conversa e a brincadeira sem a irmã saber e depois continuou mais um pouco coçando o cuzinho dela. Um dia ela havia me contado que a irmã dela, 2 anos mais nova que ela, era muito peralta quando ambas eram pré-adolescentes e que ela costumava levantar o próprio vestidinho, e sentar na cara de minha esposa para força-la a sentir o cheiro dos fundilhos dela. Minha cunhadinha ria muito e minha esposa disse que a xingava naquela hora, mas as duas acabavam rindo a brincadeira se repetia em outros dias. Talvez venha daí a tara de minha esposa por cheiro de cuzinho e buceta. Mas minha esposa é tímida e não ouso perguntar mais, pois isso poderia travá-la sexualmente com certeza. Deixo que ela espontaneamente conte sobre suas experiências. Assim já soube de algumas de suas experiências picantes do passado.
Um dia pela manhã, minha esposa estava usando apenas um vestido de verão bem largo e sem calcinha e sutiã, enquanto ela estava preparando o nosso café da manhã na cozinha. Eu estava em nossa sala de estar, com visibilidade total a cozinha e entretido lendo o jornal. Num certo momento, ao virar a página do noticiário, olhei a ela, sem nada esperar de especial, enquanto ela estava de costas para mim e na frente do fogão. Enquanto nosso leite aquecia, ela espreguiçou-se silenciosamente, abriu a própria bunda com a mão esquerda e puxou lentamente seu vestido com a outra mão entre suas nádegas e manteve seu dedo indicador dentro de sua bunda e foi movendo-o todo lentamente bunda adentro. Pelo que observei, o dedo dela estava tocando seu cuzinho protegido apenas por seu vestido e, por vezes, ela pressionava o dedo lentamente contra seu buraco e parecia, pela posição de sua mão, até ter entrado a pontinha daquele dedo um pouco em seu rabinho quente. Ela estava coçando o cuzinho usando o tecido do vestido para forrar o próprio dedo. Eu acho que o jogo era muito quente para ela, porque ela estava muito distraída enquanto eu estava olhando-a em silêncio da nossa sala de estar. O dedo dela ficou na bunda dela durante minutos enquanto o leite aquecia. Ela nem tinha percebido que eu estava fingindo ler o jornal, mas na verdade era o show dela que me importava naquele momento. Eu fiquei na nossa sala de estar até que ela terminou de preparar nosso café. Observei que ela lavou as mãos rapidamente na pia da cozinha e chamou-me para tomar café da manhã. Meu pau estava duro enquanto estávamos tendo nossa refeição. Eu via os dedos dela manuseando a comida dela normalmente e queria sentir o gosto e cheiro deles, assim em um momento peguei a mão dela beijei-a e chupei seu dedo indicador delicadamente e rapidamente, o que ela estranhou um pouco, mas ela gostou pelo brilho de seu olhar. Não falei a ela sobre o espetáculo dela que assisti para não envergonhá-la e bloqueá-la e ela nem imaginava, por certo, que eu a havia assistido há pouco. Meu caralho queria substituir o dedo dela naquele momento dentro da bunda dela, mas era um pouco tarde e eu tinha que ir trabalhar logo. Mais tarde, à noite, ela sentiu o meu pau duro roçando o cuzinho piscante dela em nossas brincadeiras antes de dormir. Espontaneamente a minha esposa vai se soltando e quero brincar muito ainda com os buracos deliciosos dela sem nenhum preconceito. Quando a gente ama a pessoa, muitos preconceitos se vão. Sei que muitos poderão não apreciar minha breve história, mas entre as pessoas que se amam vale tudo, desde que ambos gostem e concordem.

Bir cevap yazın

E-posta hesabınız yayımlanmayacak. Gerekli alanlar * ile işaretlenmişlerdir

gaziantep escort antep escort izmir escort karşıyaka escort malatya escort bayan kayseri escort bayan eryaman escort bayan pendik escort bayan tuzla escort bayan kartal escort bayan kurtköy escort bayan ankara escort kayseri escort